EDUEPB

EDUEPB

Editora da Universidade Estadual da Paraíba

Editora da UEPB lança livro da Coleção Nordestina na Bienal Internacional do Rio de Janeiro

1 de setembro de 2017

A Editora da Universidade Estadual da Paraíba (Eduepb) lança nesta sexta-feira (1º) a obra “O sábio e a floresta: a extraordinária aventura do alemão Fritz Muller no trópico brasileiro”, do escritor Moacir Werneck de Castro, durante a 18ª Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, realizada no Riocentro até o próximo dia 10 de setembro. O evento será às 18h30, na solenidade de abertura do estande da Associação Brasileira das Editoras Universitárias (Abeu), quando ocorrerá o lançamento de uma dezena de títulos da Coleção Nordestina que edita ou reedita obras importantes da produção intelectual do Nordeste, incluindo livros raros e autores renomados.

“Além de resultar da parceria exitosa com a Editora da Universidade Federal da Paraíba, ‘O sábio e a floresta’ tem o mérito de publicar a terceira edição de uma obra esgotada, resgatando o legado de um cientista considerado o mais expressivo biólogo que o Brasil abrigou no século 19”, diz o diretor da Eduepb Luciano do Nascimento Silva.

Lançado inicialmente em 1992 pela editora Rocco, “O sábio e a floresta” teve sua segunda edição publicada pela Eduepb há exatos dez anos, em meio ao reconhecimento por parte da comunidade científica brasileira da influência de Fritz Muller na consolidação da Biologia como ciência natural. “Além de ter publicado nada menos que 248 trabalhos científicos, distribuídos entre as mais renomadas revistas científicas da Europa no século XIX, Fritz Muller publicou um livro. Apenas um, mas, que livro!”, afirma o escritor Cezar Zillig no prefácio à edição de 2007.

Segundo os professores Maria Avany Bezerra-Gusmão (UEPB) e Luiz Roberto de Oliveira Fontes (Universidade de São Paulo – USP) que escrevem a apresentação da terceira edição de “O sábio e a floresta”, o livro mostrou-se uma iniciativa fundamental para a divulgação de Fritz Muller entre estudantes, cientistas e a população em geral. A publicação marca também uma homenagem ao jornalista, tradutor e escritor brasileiro Moacir Werneck de Castro, morto em 2010, depois de se notabilizar como um dos mais importantes biógrafos brasileiros.

Destacam-se entre suas obras “O libertador: a vida de Simon Bolívar” (1973), “Mário de Andrade: exílio no Rio” (1989) e “A Última Hora do Tempo de Samuel Wainer” (1993). “Busquei dar ao leitor uma ideia do seu fecundo trabalho de pesquisador, precursor da ecologia, da preservação do meio ambiente que hoje empolga milhões de pessoas”, escreveu o jornalista que, durante dois anos, dedicou-se a reconstituir “a emocionante trajetória de Fritz Muller”.

A importância de Muller e da própria obra na bibliografia brasileira foram determinantes para a terceira edição de “O sábio e a floresta” ser publicada entre os cem títulos da Coleção Nordestina. O objetivo da série é constituir um repositório bibliográfico do patrimônio artístico, cultural e acadêmico-científico do Nordeste para difundi-lo em âmbito nacional e internacional. Contando com apoio da Abeu e iniciada com a famosa obra “Joaquim Nabuco: Abolição e a República” de Manuel Correia de Andrade, publicada pela Editora da Universidade Federal de Pernambuco, a coleção lança nesta sexta-feira na Bienal do Rio também seu centésimo título, “A província” de Tavares Bastos, editado pela Editora da Universidade Federal de Alagoas.

Maior evento do mercado editorial e literário brasileiro, há 36 anos a Bienal oferece a oportunidade de editoras, profissionais e milhares de leitores encontrarem o que há de mais importante e atual na produção intelectual do Brasil e do mundo.

Texto: Roberto Faustino

O post Editora da UEPB lança livro da Coleção Nordestina na Bienal Internacional do Rio de Janeiro apareceu primeiro em UEPB.